Jornada do Amor

Imprimir
PDF
Luzes de amor descem das paragens do infinito.

O Divino amor dá razão à vida.

Nos recantos do coração surge o amor exteriorizando-se pela caridade.

Tudo ganha significado quando iluminado pelo Divino Mestre.

Da estrebaria ao calvário, tudo refletiu o amor.

Mostrou as bem-aventuranças como código divino.

Amou a cada ser da criação.

Viveu as alegrias do Pai, pelas paragens da Judéia.

Relacionou-se com enfermos e prostitutas.

Silenciou em meio às acusações.

Mas, no resplandecer da vida, escreveu a história da imortalidade.

Reuniu suas ovelhas e as enviou à pregação.

Hoje as vozes do além falam em Seu Nome, revivendo o Seu evangelho, e concitando a todos à jornada do amor.


Francisco Cândido Xavier
Psicografia Paulo Guedes – 13/11/2008