Regeneração

Imprimir
PDF
O amor surge como uma rosa a desabrochar em meio aos espinhos.

Os pântanos do sofrimento transformam-se em fontes de felicidade.

A tristeza rompe as barreiras da conformação para desaguar na esperança de dias melhores.

Rostos macilentos e cabelos em desalinho dão lugar a luminosidade do sorriso.

Sedentos de pão e água saciam-se das benesses do Divino Mestre.

Desertos da incompreensão germinam o amor e transformam-se em oásis de felicidade.

Mãos que ferem transformam-se em enfermeiras da dor.

Intolerância religiosa dá lugar a convergência de sentimentos acerca de Deus.

Tudo se transforma, tristeza dá lugar a alegria; sofrimento a felicidade; guerra a fraternidade universal; caem fronteiras e uma só nação surge: a dos filhos de Deus.

Miguel Delavini

(Mensagem psicografada por Paulo Guedes)