Energias da Juventude

Imprimir
PDF

As energias da juventude são deveras transformadoras. Necessitamos canaliza-las para o campo das transformações morais.

Quantos jovens buscam alegrias nas coisas fúteis da vida e colhem o sofrimento e a tristeza.

Quantos cultuam o corpo e a violência e acabam pagando o tributo, com as lágrimas do desespero.

Quantos buscam viver em meio a aventuras e acabam privados da vida.

Quantos ingressam na delinquência, em busca dos gozos fáceis e acabam privados da liberdade.

Adolescência é o momento de transição da inocência infantil para a consciência da responsabilidade.

Analise, querido jovem, qual a diretriz que estabeleceste para a tua vida, e qual a colheita provável que terás no futuro.

Compete aos jovens prepararem-se para a transformação da humanidade.

Urge a paz e o amor nos corações.

Na sociedade do porvir, não haverá lugar para aqueles que estiverem divorciados do amor.

Encontra-se o mundo no momento das grandes decisões. A bifurcação da vida obriga-nos a decidir qual o caminho a seguir: aquele cheio de obstáculos, mas que nos leva aos recantos da paz, ou aquele outro, cheio das falsas alegrias do mundo, mas que nos levam ao torvelinho do sofrimento.

Convoca-te o Cristo, neste momento, para o ingresso nas lides do amor, onde compreenderás a fraternidade e a beneficência, e que te levará a paz e a verdadeira felicidade.

Abraça-te ao Cristo em meio a esse mundo de conturbações, ofertando o amor e o lenitivo aos caídos da estrada e evangelizando as almas sedentas de felicidade.

Miguel Delavini

(Mensagem psicografada por Paulo Guedes)