Ressurreição do Amor

Imprimir
PDF
Dizem que o amor morreu!

Mas, tal qual a flor que perde as suas pétalas para ressurgir numa nova primavera, ele ressurge com mais beleza para regozijo dos corações entristecidos pelo sofrimento.

Dizem que o amor morreu!

Mas, tal qual o Cristo que sepultado sobre uma pedra fria, ressurge para o mundo, secando lágrimas e aliviando corações, ele ressurge após a tempestade trazendo paz e felicidade.

Dizem que o amor morreu!

Mas, tal qual o sol, que encoberto por nuvens carregadas pelas tempestades, tornando os dias tristes e frios, ressurge num novo amanhecer trazendo o calor e a vida, ele ressurge após as nuvens da mágoa e do rancor, trazendo a simplicidade e a alegria do viver a dois.

Dizem que o amor morreu!

Mas, o que é eterno não morre, não acaba, desgasta-se apenas e se retrai, voltando mais tarde, após haurir forças, trazendo a beleza intensa do sol resplandecente.

Disse-nos o Cristo:

“Os meus discípulos serão conhecidos por muito se amarem.”

Miguel Delavini

(Mensagem psicografada por Paulo Guedes)