Razão de Viver

Imprimir
PDF
O sofrimento constrange o homem, mas o impulsiona para o progresso.

A tristeza abate-lhe o ânimo, mas lhe dá forças para prosseguir.

A doença traz dores e sequelas ao corpo, mas purifica o essencial, que é o espirito.

A pobreza lhe priva de bens materiais, mas lhe dá chance de alcançar a riqueza espiritual.

A fome leva-lhe ao desespero, mas ensina-lhe o dom da resignação.

A dedicação ao próximo exige renúncia a si próprio, mas lhe dá o amor de muitos.

O egoísmo lhe traz vantagens aparentes, mas o deixa às sombras da felicidade.

A vaidade lhe faz sentir superior a todos, mas o humilha perante as leis divinas.

A imprudência nos atos impensados lhe traz certas alegrias, mas o coloca em dificuldade no futuro.

As aventuras lhe trazem momentos de êxtase, mas lhe causam as dores morais.

O amor, o carinho, a compaixão e a caridade o levam até Jesus, que com a Sua mansuetude lhe mostra a verdadeira razão do viver.

Miguel Delavini

(Mensagem psicografada por Paulo Guedes)