Quanto Amor

Imprimir
PDF
Quanto amor encontramos no mundo eclipsado pelas paixões.

Quanto amor petrificado nos corações dos homens, pelo egoísmo.

Quanto amor detido pelas represas das más influências.

Quanto amor a vaidade nos impede de exteriorizar.

Quanto amor temos, e não encontramos dentro de nós.

Quanto amor deixamos de dar àqueles que necessitam.

Quanto amor o mundo necessita para o seu progresso.

Quanto amor encontramos na exemplificação de Jesus.

Quanto amor Maria de Magdala teve para se reformar.

Amor, válvula propulsora da humanidade, símbolo da paz, caminho da felicidade, consolo daqueles que se encontram em aflições.

Só no amor o homem conseguirá encontrar a verdadeira felicidade.

Miguel Delavini

(Mensagem psicografada por Paulo Guedes)